Conhecimento/disciplinas

De Teia Social
Ir para: navegação, pesquisa

Conteúdo

Cursos por tema público

Cursos relacionados ao tema Cidades

Arquitetura e Urbanismo

Engenharia

Direito

Economia

Administração

Logística

Geografia

Cursos relacionados ao tema Economia

Economia

Contabilidade

Administração

Direito

Finanças

Tecnologia

Sistemas de informação

Cursos relacionados ao tema Educação

Economia

Contabilidade

Administração

Direito

Nutricionista

Engenharia de Alimentos

Pedagogia

Música

História

Ramos da educação: Biologia, Psicologia, Química, Física etc.

Cursos relacionados ao tema hipossuficiencia

Ciências Sociais

Direito

Psicologia

serviço social

Cursos relacionados ao tema Meio ambiente

Engenharia Ambiental

Direito

Química

Geografia

Geologia

Biologia

Cursos relacionados ao tema Poder publico

Administração

Gestão

Recursos Humanos

Economia

Direito

Cursos relacionados ao tema Saude publica

Medicina e especialidades (Fisioterapia, Oftalmologia, Ortopedia, Cardiologia, Geriatria, Pediatria, etc)

Educação Física

Veterinária

Nutrição

Engenharia de Alimentos

Enfermagem

Odontologia

Cursos relacionados ao tema Seguranca publica

Cursos em ordem alfabética

Administração

  • Alunos da PUC-Campinas em grupo de estudos com o MPF no ano de 2012: 15 alunos.
  • Profissão: administrador
  • Objetivos:

Promover o estudo da Administração, de modo que o egresso domine a técnica gerencial e compreenda a responsabilidade da empresa na promoção do desenvolvimento econômico e social, com respeito ao meio ambiente,às leis, às pessoas, às instituições, motivados para o trabalho,respeitando as características das organizações da região de Campinas dentro de um contexto global, elegendo para isso quatro eixos de formação no desenvolvimento do curso, e visando uma formação integral do profissional nas áreas: Administração Financeira; Administração de Marketing; Administração das operações, e da Administração Corporativa.

Desenvolver o raciocínio crítico a partir da metodologia ativa de ensino-aprendizagem intitulada 'Aprendizagem Baseada em Problema' –Problem Basead Learning – PBL. Por meio dessa metodologia os alunos das turmas iniciadas a partir de 2008 passam a ser construtores de seu saber, atuando em grupos, sob a tutoria de professores especialistas, em sessões de pesquisa, construção de soluções e apresentação de soluções inéditas para os problemas propostos. Diferencia-se assim a Faculdade de Administração por uma proposta pedagógica realmente inovadora, motivadora e integradorados alunos em torno do saber administrativo e portanto, dotando-o de uma vantagem competitiva a ser explorada no mercado.

  • Perfil do Egresso

Formação de um especialista nas áreas de conhecimento da linha de formação e um empreendedor humanista, com visão global que o habilite a compreender e a assumir o seu papel frente à realidade sócioeconômica, política e cultural, tendo como referencial os princípios de responsabilidade social, justiça e ética profissional. Formação técnica e científica que o permita atuar criticamente na administração das organizações, além de desenvolver atividades específicas da prática profissional, bem como capacidade para atuação em equipes multiprofissionais e frente às demandas regionais, nacionais e internacionais.

  • Recursos LABORATÓRIOS –Biblioteca - Laboratório de Informática - Espaço Vivencial deGestão
Administração com ênfase em logística

Administraçãocom ênfase em logística e serviços.

  • Objetivos:

O objetivo deste curso é profissionalizar o Administrador para o desenvolvimento de atividades específicas dos setores de logística e serviços e para atendimento da premissa, exercita elementos que constituem a visão sistêmica das áreas, tornando possível que intervenções sejam articuladas nesse contexto em que as relações de compromisso nem sempre são tão visíveis como acontece em outros setores da economia. Desenvolver o raciocínio crítico a partir da metodologia ativa de ensino-aprendizagem intitulada 'Aprendizagem Baseada em Problema' – Problem Basead Learning – PBL. Por meio dessa metodologia, os alunos das turmas iniciadas a partir de 2008 passam a ser construtores de seu saber, atuando em grupos, sob a tutoria de professores especialistas, em sessões de pesquisa, construção de soluções e apresentação de soluções inéditas para os problemas propostos. Diferencia-se assim a Faculdade de Administração por uma proposta pedagógica realmente inovadora, motivadora e integradora dos alunos em torno do saber administrativo e, portanto,dotando-o de uma vantagem competitiva a ser explorada no mercado.

  • Perfil do Egresso

Formação de um especialista polivalente e um empreendedor humanista. Formação humanista e visão global que o habilite a compreender e a assumir o seu papel frente à realidade sócio econômica, política e cultural, tendo como referencial os princípios de responsabilidade social, justiça e ética profissional. Formação técnica e científica que o permita atuar criticamente na administração das organizações, além de desenvolver atividades específicas da prática profissional, bem como capacidade para atuação em equipes multiprofissionais, e frente às demandas regionais, nacionais e internacionais.

  • Recursos: LABORATÓRIOS:- Biblioteca - Laboratório de Informática - Espaço Vivencial deGestão

Arqueologia

Arquitetura

  • Alunos da PUC-Campinas em grupo de estudos com o MPF no ano de 2012: 6 alunos.
  • Profissões de Arquiteto e Urbanista.

Disciplinas:

Ciências Econômicas

  • Objetivos:

Em relação ao mercado de trabalho, o curso deverá capacitar o egresso a atuar junto às empresas privadas e públicas, instituições financeiras, entidades governamentais, atividade por conta própria, etc. Ao dar ênfase à realidade econômica brasileira, o curso deverá estar comprometido com o estudo da realidade econômica do Brasil e sua inserção na economia internacional, envolvendo desde questões nacionais até as questões regionais e locais. Em relação ao comprometimento social consciente, o curso deverá estimular o aluno a desenvolver sua sensibilidade para as questões sociais, como fruto de uma reflexão consciente e com respeito à ética.

Proporcionar uma sólida formação teórica, instrumental, histórica e humanística, que permitam compreender a realidade econômica nacional, regional e local. Como formação teórica, pela carga horária proposta, o curso deverá dar uma sólida base de teoria econômica e métodos quantitativos, como instrumento de análise da nossa realidade. Como formação histórica, o currículo deverá dar uma sólida base histórica que contribua para a compreensão das questões econômicas atuais. O perfil humanista proposto está condizente com a natureza da ciência econômica, colocando a economia a serviço do homem e não o contrário.

Desenvolver o pensamento econômico crítico, plural e transformador, possibilitando uma ação eficaz no trato dos problemas da realidade sócio-econômica em que está inserido. O pensamento crítico está todo permeado na grade curricular proposta. É próprio da educação para a vida. O encadeamento de disciplinas deverá permitir a formação de um profissional inquieto, questionador e criativo, estimulado a se preocupar com fenômenos não só quantificáveis, mas também com aqueles precariamente quantificáveis, imponderáveis ou imprevisíveis, porque a ciência econômica é fundamentalmente social e não uma ciência exata. O pensamento plural poderá ser percebido pelos conteúdos programáticos que serão apresentados oportunamente. Serão reformulados para não privilegiar uma única escola de pensamento econômico, mas as várias correntes do pensamento econômico moderno.

Finalmente, o curso deverá despertar o caráter transformador do ensino da economia, através do esforço de compreensão das dificuldades do desenvolvimento econômico brasileiro contemporâneo.

  • Perfil do Egresso - Formar profissionais competentes para o mercado de trabalho, familiarizados com a realidade econômica brasileira, com um comprometimento social consciente.


Economia pode ser definida, como o fez Samuelson, como uma ciência que trata de: "Análise dos custos e benefícios da melhoria das configurações de alocação de recursos” (Paul A. Samuelson).


Bibliografia: Gary Stanley Becker, autor de renomados livros de "economia sócio-política", com o peso de teorias como "rotten kid theorem" (teoria do garoto mimado), e obras como Discriminação nos Mercados de Trabalho e Bens, e a aclamada Crime e Punição (esta última, uma análise econômica e pragmática da atividade criminosa e seus meios de prevenção/punição - geradora das punições pecuniárias e das medidas assecuratórias reais

Ciências Biológicas

  • Alunos da PUC-Campinas em grupo de estudos com o MPF no ano de 2012: 3 alunos.
  • Profissão: biólogo.

Disciplinas:

Direito

  • Alunos da PUC-Campinas em grupo de estudos com o MPF no ano de 2012: 20 alunos.
  • Profissão jurista.

Disciplinas

V2.5.1 Direito.

V2.5.1.1.1 Língua portuguesa, direito e retórica.

V2.5.1.1.2 Direito constitucional.

V2.5.1.1.3 Direito administrativo.

Improbidade administrativa [1]

V2.5.1.1.3.1 Desapropriação.

Serviços, Prestações, Regulações e Fiscalizações (inclui Regulação direta, autoregulação e co-regulação).

Funcionalismo público.

Direito civil. Responsabilidade civil.

Contratos.

Direito processual civil,

Direitos difusos e processo coletivo.

V2.5.1.1.7 Direito econômico.

V2.5.1.1.8 Direito do consumidor.

V2.5.1.1.9 Direito penal.

V2.5.1.1.10 Direito processual penal.

V2.5.1.1.11 Direito Ambiental

V2.5.1.1.12 Direito Urbanístico.

V2.5.1.1.13 Direito de Acesso à Informação Pública - DAIP.

V2.5.1.1.14 Direitos humanos.

Direito processual civil - É o ramo do direito público que consiste no conjunto sistemático de normas e princípios que regula a atividade da jurisdição, o exercício da ação e o processo, em face de uma pretensão civil, entendida esta como toda aquela cuja decisão esteja fora da atuação da jurisdição penal, penal militar, do trabalho ou eleitoral. (fonte: GRECCO FILHO, Vicente. "Direito Processual Civil Brasileiro". São Paulo: Ed. Saraiva, 2002).

Direito penal - É o ramo do direito público que determina as ações de natureza criminal e as vincula com uma pena ou medida de segurança. Tem como missão desenvolver o conteúdo dessas regras jurídicas em sua conexão interior, isto é, sistematicamente, e interpretá-las. (fonte: WEZEL, Hans. "Direito Penal". Campinas: Ed. Romana, 2003).

Direito processual penal

Direito administrativo - É o ramo do Direito Público que disciplina o exercício da função administrativa, bem como os órgãos que a desempenham. Cumpre buscar identificar tal função, cotejando-a com as demais funções estatais. (fonte: MELLO, Celso Antônio Bandeira. "Curso de Direito Administrativo". São Paulo Malheiros, 2002).

Direito ambiental - O direito ambiental é uma ciência nova e independente, garantia a ela legitimada pelo fato de possuir seus próprios princípios diretores, presentes no art. 225 da Constituição Federal, que lhe estabelece quatro concepções fundamentais: a) todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado; b) o direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado diz respeito à existência de um bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, criando em nosso ordenamento o 'bem ambiental'; c) a Carta Maior determina tanto ao Poder Público como à coletividade o dever de defender o bem ambiental, assim como o dever de preservá-lo; d) a defesa e a preservação do bem ambiental estão vinculadas não só às presentes, como também às futuras gerações. (fonte FIORILLO, Celso Antônio Pacheco. "Curso de Direito Ambiental Brasileiro". São Paulo: Ed. Saraiva, 2002).

Direito Sanitário

Direito da educação - É o ramo do Direito que consiste num conjunto de normas, princípios, institutos juspedagógicos, procedimentos e regulamentos, que orienta e disciplina as relações entre alunos e/ou responsáveis, professores, administradores educacionais, diretores de escolas, gestores educacionais, estabelecimentos de ensino e o poder público, enquanto envolvidos direta ou indiretamente no processo de ensino-aprendizagem, bem como investiga as interfaces com outros ramos da ciência jurídica e do conhecimento. (fonte: JOAQUIM, Nelson. "Direito Educacional Brasileiro: história, teoria e prática". Disponível em PDF:[2]).

Direito do consumidor

Direito econômico - Ramo do direito que surgiu a partir do desenvolvimento de um ordenamento jurídico destinado a regular a intervenção do Estado na Economia. Tal desenvolvimento deu-se precipuamente a partir da noção de "Estado de Bem-Estar Social" (Welfare State), após a Primeira Guerra Mundial. Nesse contexto, o Direito Econômico pode ser conceituado como ramo jurídico autônomo que se destina a normatizar as medidas adotadas pela Política Econômica através de uma ordenação jurídica, é dizer, a normatizar as regras econômicas, bem como a intervenção estatal na esfera econômica. (fonte: BASTOS, Celso Ribeiro. "Curso de Direito Econômico". São Paulo: Ed Celso Bastos, 2003).

Direito civil - É o ramo do direito comum, aquele que rege as relações entre os particulares. Disciplina a vida das pessoas desde a concepção - e ainda antes dela, como nos casos de contemplação de prole eventual, ou de proteção aos direitos do nascituro - até a morte, e ainda depois dela, quando se reconhece a eficácia 'post mortem' do testamento. Conforme Serpa Lopes, o Direito Civil é o 'ramo destinado a regulamentar as relações de família e as relações patrimoniais que se formam entre os indivíduos'. (fonte: GONÇALVES, Carlos Roberto. "Direito Civil Brasileiro". Vol. 1. São Paulo: Ed. Saraiva, 2007).

Direito empresarial - É o ramo do direito privado que regula a atividade do antigo comerciante e do moderno empresário, bem como suas relações jurídicas, firmadas durante o exercício profissional das atividades mercantis e empresariais. (fonte: NEGRÃO, Ricardo. "Manual de Direito Comercial e Empresarial". vol. 1. São Paulo: Ed. Saraiva, 2010).

Direito previdenciário - É o ramo do direito que objetiva a análise de regras gerais que tratam do custeio da seguridade social e do estudo aprofundado das normas de financiamento da previdência social e de prestações oferecidas por este ramo da seguridade (fonte: KERTZMAN, Ivan. "Curso Prático de Direito Previdenciário". Salvador: Ed. Juspodium,2010). O Proj2 qualidade atendimento do INSS na RMC trabalhou com essa área do Direito no ano de 2012.

Direito constitucional

|Direito internacional

  • XI Curso de Inverno de Direito Internacional do CEDIN [3]

| Direitos Humanos

Enfermagem.

  • Alunos da PUC-Campinas em grupo de estudos com o MPF no ano de 2012: 1 aluno.
  • Profissão: enfermeiro.
  • Disciplinas:
  • Objetivos:

Oferece um conjunto de conhecimentos e habilidades que asseguram ao aluno a capacitação necessária tanto para a prática assistencial quanto para aorganização e até a coordenação de serviços de saúde. O caráter amplo e generalista do curso forma profissionais com visão crítica, capazes de atuar nos diversos campos de exercício da profissão e nas instituições de saúde de diferentes níveis de complexidade, estando aptos a desenvolverem o gerenciamento de equipes, da assistência e dos serviços de saúde em geral.

  • Perfil do Egresso

O Bacharel em Enfermagem deverá assumir postura condizente com os princípios éticos da profissão, respeitando e valorizando o Homem em sua totalidade;possuir consciência crítica acerca da realidade de Saúde do país,assumindo atitudes e comportamento efetivos que atendem às reais necessidades de saúde da população; assumir papel de educador junto aos indivíduos, famílias, comunidades, populações, equipes de enfermagem e multiprofissional; ter habilidade para estabelecer relações interpessoais produtivas com indivíduos, famílias,comunidades, populações, equipes de enfermagem e equipes multiprofissionais; adotar metodologia de trabalho tendo como base o planejamento lógico e científico para a tomada de decisões eorganização do processo de trabalho em enfermagem; possuir curiosidade intelectual, visando o desenvolvimento do corpo de conhecimentos em enfermagem e saúde; possuir competência técnica e política para o exercício da enfermagem nos serviços de saúde de diferentes níveis de complexidade, executando ações de promoção, prevenção, cura e reabilitação; ter capacidade de inserir-se na equipe multiprofissional, desenvolvendo trabalho coletivo em saúde.

  • Recursos: LABORATÓRIOS:- Laboratório de anatomia e neuroanatomia - Laboratório decitologia

- Laboratório de enfermagem - Laboratório de farmacologia - Laboratório de fisiologia e biofísica - Laboratóri ode histologia e histopatologia - Laboratório de microbiologia,imunologia e micologia - Laboratório de parasitologia -Laboratório de patologia - Laboratório de química e bioquímica

Engenharia Ambiental e Sanitária.

  • Alunos da PUC-Campinas em grupo de estudos com o MPF no ano de 2012: 5 alunos.
  • Profissão: engenheiro ambiental e engenheiro sanitário.
  • Objetivos:

Formar profissionais aptos para a inserção em setores profissionais, para a participação no desenvolvimento da sociedade brasileira, colaborando na sua formação contínua. Preparar para a profissão e para o auto-aprimoramento contínuo. Desenvolver o potencial criativo, de raciocínio e a visão crítica do estudante. Formar profissionais conscientes de seu papel na sociedade. Estimular a criação cultural e o desenvolvimento do espírito científico e do pensamento reflexivo. Incentivar o trabalho da pesquisa e investigação científica, visando o desenvolvimento da ciência e da tecnologia, da criação e difusão da cultura e, desse modo,desenvolver o entendimento do homem e do meio em que vive.

  • Perfil do Egresso

Formação científica e tecnológica sólida, mais generalista, onde o profissional formado seja capaz de absorver as mudanças rapidamente. O Engenheiro Ambiental com atuação compromissada com o equilíbrio entre o desenvolvimento sócio-econômico e a manutenção das condições de sustentabilidade do meio ambiente.

  • Recursos: LABORATÓRIOS:- Hidráulica - Materiais de Construção e Estruturas - Química Geral - Saneamento e Meio Ambiente - Solos e Geologia - Informática– Geral - Centro de Recursos Áudio Visuais

Geografia.

  • Alunos da PUC-Campinas em grupo de estudos com o MPF no ano de 2012: 1 aluno.
  • Profissão: geógrafo.
  • Disciplinas:

Gestão de Tecnologia da Informação.

  • Alunos da PUC-Campinas em grupo de estudos com o MPF no ano de 2012: 7 alunos.
  • Profissão: Gestor de TI. (Classe: Tecnologia da Informação e Comunicação. Profissões tecnológicas.)
  • Disciplinas:
  • Objetivos:

Formar profissionais de nível superior na área de Gestão da Tecnologia da Informação(TI), com ênfase no acompanhamento e controle de sistemas de informação informatizados, com capacidade para acompanhar as constantes evoluções do mercado de informática, e, em especial,aos aspectos gerenciais, aos métodos, ferramentas e estilos de gestão de TI.

  • Perfil do Egresso

O egresso do curso estará habilitado a exercer todas as atividades relacionadas à gestão na área de informática e de seus procedimentos circunstanciais e paralelos de controle para o desempenho adequado de sistemas informatizados, alinhados aos objetivos e negócios da organização. Sua atuação profissional compreende: planejamento, implantação,acompanhamento, controle, coordenação, administração e manutenção de sistemas informatizados e da infra estrutura que os suporta. A atuação deste profissional ocorrerá em empresas relacionadas à área de tecnologia ou nas que fazem uso da Tecnologia da Informação(TI) no seu dia-a-dia.


  • Recursos - Laboratóriode Informática / Computação - Laboratório de Redes e Comunicaçãode Dados

Jornalismo.

  • Alunos da PUC-Campinas em grupo de estudos com o MPF no ano de 2012: 5 alunos.
  • Alunos de jornalismo integram agência interna de notícias e zelam pela boa comunicação intra e inter grupos.

Geral

Jornalismo de dados:

  • Disciplinas:

Comunicação Social: Jornalismo.

  • Objetivos:

O curso de Jornalismo da PUC-Campinas tem por objetivo a formação de um profissional de caráter polivalente em sua habilitação específica, qual seja,a prática jornalística em todos os seus campos de atuação.

O currículo do Curso de Jornalismo da PUC-Campinas propicia uma sólida formação humanística que visa oferecer aos alunos as ferramentas necessárias para que todos adquiram uma ampla visão do mundo e da sociedade em que estão inseridos. Por isso, oferece um elenco de disciplinas ligadas à área de ciências humanas, como Antropologia, Economia, Filosofia, História, Teologia e Letras.Outras disciplinas procuram fazer uma abordagem sociológica da comunicação em geral e da comunicação social em particular. Há também as disciplinas específicas de Jornalismo que oferecem o instrumental básico para o exercício da profissão.

  • Perfil do Egresso

O profissional jornalista precisa ser, ao contrário do fenômeno que ocorre em muitas outras profissões, um especialista em relatar acontecimentos sociais das mais diferentes naturezas. Para tanto, sua grande especialidade deverá ser o domínio das técnicas de apuração,redação e edição jornalísticas, nos mais variados meios de divulgação de tais relatos, seja em emissoras de rádio ou de TV,jornais impressos diários ou periódicos, ou Internet e a novíssima tecnologia dos CDRoms.

  • Recursos: LABORATÓRIOS:- Centro de Recursos Audiovisuais - Redação Modelo em Jornalismo -Laboratório de Informática - Laboratório de Fotografia


Sandra Crucianelli's data journalism:[4]

Letras.

  • Profissões em Letras.
  • Disciplinas:

Língua Portuguesa.

Língua Inglesa.

Língua Francesa.

  • Mec lança site para ensinar francês gratuitamente: [5]
  • Internetês [6]

Medicina.

  • Alunos da PUC-Campinas em grupo de estudos com o MPF no ano de 2012: 1 aluno.
  • Profissão: médico.
  • Disciplinas:
  • Objetivos:

Visa formar profissionais em uma única habilitação, médico, com perfil de formação e competência, formação ético-humanista, visão global da comunidade onde está inserido, habilidades para educação continuada e aptidão para gerenciamento e administração em saúde.

  • Perfil do Egresso

Postura ética e humanística em relação ao paciente, à família e à comunidade. Estar capacitado e estimulado para a prática permanente da formação recebida. Ter capacidade de análise e gerenciamento dos recursos tecnológicos disponíveis. Exercer a medicina utilizando procedimentos diagnósticos e terapêuticos válidos e reconhecidos cientificamente; dominar as técnicas de leitura crítica,indispensáveis frente à sobrecarga de informações e da transitoriedade do conhecimento médico; dominar os conhecimentos básicos de natureza bio-psico-social subjacentes à pratica médica; dominar os conhecimentos de fisiopatologia, procedimentos diagnósticos e terapêuticos necessários à prevenção, tratamento e reabilitação das doenças de maior prevalência epidemiológica e aspectos da saúde ao longo do ciclo biológico: saúde individual da criança, do adolescente, do adulto e do idoso. Saber lidar com as peculiaridades de cada sexo, saúde da família e da comunidade; doenças crônicas-degenerativas; neoplasias malignas; causas externas de morbimortalidade, doenças mentais e psicossociais;doenças infecciosas e parasitárias; doenças nutricionais; doenças ocupacionais, ambientais e iatrogênicas; ser capaz de utilizar recursos semiológicos e terapêuticos contemporâneos, hierarquizados para atenção integral à saúde, no primeiro,segundo e terceiro níveis de atenção à saúde; utilizar procedimentos semiológicos e terapêuticos conhecendo critérios de indicação e contra-indicação, limitações, riscos,confiabilidade e sua validação científica; saber atuar dentro do sistema hierarquizado de saúde, obedecendo aos princípios técnicos e éticos da referência e contrarreferência; saber atuar em equipe multifuncional, assumindo quando necessário o papel de responsável técnico, relacionando-se com os demais membros em bases éticas; exercer a medicina com postura ética e humanística em relação ao paciente, família e à comunidade, observando os aspectos sociais, culturais, psicológicos e econômicos relevantes do contexto, baseados nos princípios da bioética; ter uma visão social do papel do médico e capacidade para engajar-se em atividades de política e de planejamento em saúde; saber e desenvolver a capacidade de informar e educar seus pacientes, familiares e comunidade em relação à promoção da saúde, prevenção,tratamento e reabilitação das doenças, usando técnicas adequadas de comunicação; conhecer as principais características do mercado de trabalho onde deverá se inserir, procurando atuar dentro dos padrões locais, buscando o seu aperfeiçoamento e considerando a política de saúde vigente; utilizar ou administrar recursos financeiros e materiais, observando a efetividade, visando a equidade e a melhoria do sistema de saúde, pautada em conhecimentos validados cientificamente.

  • Recursos: LABORATÓRIOS:- Hospital e Maternidade Celso Pierro - Ambulatórios dos campi daUniversidade - Centros de saúde da Prefeitura de Campinas –Biotério - Espaço de habilidades

- Laboratório de análises clínicas e toxicológicas - Laboratório de anatomia e neuroanatomia - Laboratório de citologia - Laboratório de fisiologia e biofísica - Laboratório de histologia e histopatologia -Laboratório de microbiologia, imunologia e micologia - Laboratório de parasitologia - Laboratório de patologia/anatomia patológica -Laboratório de química e bioquímica - Laboratórios de informática

Publicidade e Propaganda.

  • Objetivos:

O Curso de Publicidade e Propaganda com ênfase em Marketing tem por objetivo primeiro a capacitação profissional do egresso para atuação no segmento ocupacional da propaganda regional. Assim sendo, assume, nesta nova concepção curricular, uma ênfase voltada ao Marketing, já que essa perspectiva, além de mais adequada às exigências atuais do mercado de trabalho, visa a absorção mais eficiente pelo setor empresarial / industrial. A formação orientada para o Marketing abre inúmeras possibilidades de atuação profissional,não se limitando, como prescreve a atual grade curricular, às agências de propaganda ou aos veículos de comunicação.

Secundariamente, a habilitação em Publicidade e Propaganda pretende semear o interesse pela continuidade no processo de formação intelectual do aluno, através da introdução de disciplinas voltadas ao entendimento, aprofundamento, reflexão e produção, em caráter rudimentar, de pesquisas na área das Ciências da Comunicação e da Propaganda.

  • Perfil do Egresso

(aqui vale ressalvar que não só organizações de mercado – 2ºSetor – precisam destes profissionais, mas também as do 1º e o 3ºSetores; por isso, em regra, leio sociedade onde está escrito'mercado'). Caracteriza-se pelo conhecimento e domínio de técnicas e instrumentos voltados para o diagnóstico, proposição e execução de soluções éticas de comunicação para o mercado, visando a consecução eficaz de objetivos e metas mercadológicos para empresas, anunciantes e instituições; Pelo desempenho de funções típicas do seu segmento ocupacional, em suas interfaces e interações com atividades correlatas ao campo da comunicação, e também com outras áreas sociais, culturais e econômicas com as quais as atividades de publicidade, propaganda e marketing possam interagir sinergicamente; pela capacidade de diagnosticar problemas e oportunidades, e propor, estrategicamente, soluções específicas e adequadas às situações e à realidade do mercado no qual o cliente se insere; pelo planejamento, pela criação, produção, difusão e gestão da comunicação publicitária; Pelo trabalho como agente de comunicação em empresas, instituições, agências de propaganda, promoção, merchandising; assessorias ou consultorias de comunicação e marketing, ou na indústria midiática; Pelo exercício das atividades de marketing de acordo com a realidade e as especificidades de mercado; Pela capacidade de planejar e realizar pesquisa durante sua formação na graduação, com vistas à continuidade de seus estudos na área da Comunicação Social, como instrumento gerador de conhecimento e crítica da realidade, enquanto agente potencial de mudança; Pelo comportamento ético, crítico e moral, de modo a contribuir construtivamente na solidificação de uma sociedade fraterna e justa, promovendo o equilíbrio efetivo entre a busca do sucesso profissional e a construção de valores individuais e coletivos alicerçados na conduta e nos princípios cristãos; Pelo exercício de todas as demais atividades que, no estado então vigente da profissão, sejam reconhecidas pelo compromisso ético,pelo bom senso, pelas entidades representativas ou pela legislação vigente, como características do profissional de Marketing, Publicidade e Propaganda.

  • Recursos: LABORATÓRIOS:- Centro de Recursos Audiovisuais - Agência Experimental de Publicidade e Propaganda - Laboratório de Informática - Laboratório de Fotografia

Serviço Social.

  • Alunos da PUC-Campinas em grupo de estudos com o MPF no ano de 2012: 8 alunos.
  • Profissão: assistente Social.
  • Disciplinas:
  • Objetivos:

Proporcionar ao aluno de Serviço Social uma formação que contenha 1) conhecimentos teórico-críticos diante da realidade, de modo a explicitar seus fundamentos históricos e teórico-metodológicos; as novas configurações da questão social; a lógica de suas determinações; a inserção do Serviço Social na realidade social, de modo a explicitar suas demandas e respostas profissionais; 2) conhecimentos teórico-operativos capazes de configurar os espaços ocupacionais e as respostas profissionais, frente às demandas, bem como as estratégias de ação, os procedimentos teórico-metodológicos, o instrumental técnico e as práticas específicas; 3) conhecimentos ético-políticos que permitam a compreensão da dimensão ética da realidade social e da profissão, configurando o “dever ser” do assistente social.

  • Perfil do Egresso

Atua nas expressões da questão social, formulando e implementando propostas para seu enfrentamento, por meio de políticas sociais públicas, empresariais, de organizações da sociedade civil e movimentos sociais. Deve possuir formação intelectual e cultural generalista e crítica, ser competente em sua área de desempenho, ter capacidade de inserção criativa e propositiva no conjunto das relações sociais e no mercado de trabalho. Estar comprometido com os valores e princípios norteadores do 'Código de Ética do Assistente Social'.

  • Recursos: LABORATÓRIOS:- Laboratórios de informática - Execução de projetos: Criança e Adolescente, Família, Idoso, Morador de Rua, “Abraço”, junto à 5ª Delegacia de Polícia de Campinas e “Universidade da Terceira Idade.

Sistema de Informação.

  • Alunos da PUC-Campinas em grupo de estudos com o MPF no ano de 2012: 5 alunos.
  • Profissão: analista de Sistemas (Classe: Tecnologia da Informação e Comunicação. Profissões tecnológicas.)
  • Disciplinas:
  • Objetivos:

O curso tem por objetivo fornecer uma sólida formação em Engenharia de Software, Banco deDados, Programação de Computadores, Redes de Computadores, Interfaces, Análise e Projeto de Sistemas. Isto é avaliado pelo Trabalho de Conclusão de Curso onde o aluno desenvolve, nos últimos semestres, uma aplicação de software, desde o estudo inicial até sua implantação (elicitação/análise/projeto/programação/testes/implantação. O curso acompanha a dinâmicado setor de Tecnologia de Informação e Comunicação, atualizando constantemente seu Projeto Pedagógico.

O Curso de Sistemasde Informação (Análise de Sistemas) também tem o objetivo de preparar pessoas críticas, ativas e cada vez mais conscientes dos seus papéis sociais e das suas contribuições no avanço científico e tecnológico do país, além de garantir a expansão das capacidades humanas em íntima relação com as aprendizagens técnico-científicas no campo da Computação e Informática.

  • Perfil do Egresso

As atribuições básicas definidas para o Analista de Sistemas (Bacharel em Sistemas de Informação) consistem na coleta de dados através de contatos pessoais, através de observação e pesquisa de normas, legislações e procedimentos existentes, na compreensão de um problema proposto,na análise a partir dos dados coletados, na propostas que resolvam o problema e na documentação do seu trabalho.

Os requisitos básicos do Analista de Sistemas (Bacharel em Sistemas de Informação) são o raciocínio lógico, a criatividade, a capacidade de síntese e interpretação na análise de problemas, a predisposição para o bom relacionamento humano, a facilidade de trabalhar em equipe, a habilidade para organização adequada do acervo informacional, iniciativa e liderança no trabalho.

  • Recursos: LABORATÓRIOS::- Laboratórios de Computação e Informática com recursos dehardware e software de última geração

Tecnologia em geoprocessamento.

  • Objetivos:

Visa o uso de sistemas computacionais voltados à aquisição, armazenamento, processamento, análise e apresentação de informações sobre o meio físico referenciadas espacialmente. Foca o território de maneira integrada, nele inseridos o meio físico, o humano e o técnico. Incentivar a capacidade empreendedora e a compreensão de processos tecnológicos, seja em suas causas, como em seus efeitos,ressaltando-se a promoção da capacidade de continuar aprendendo e acompanhando as mudanças nas condições de trabalho.

  • Perfil do Egresso

O tecnólogo em geoprocessamento atuará nas áreas de Imagens de satélie, GPS, softwares para mapeamento, e outras como o geomonitoramento ambiental, o mapeamento de recursos naturais, a atualização de bases cadastrais, aplicação de técnicas de planejamento urbano e rural, zoneamentos ambientais, sociais e integrados, bem como políticas públicas, com uma formação científica integral, com responsabilidade social e ambiental.

  • Recursos: LABORATÓRIOS:- Geografia e Geoprocessamento - Saneamento e Meio Ambiente - Solos e Geologia - Informática – Geral - Centro de Recursos Áudio-visuais.


Contabilidade

É essencial para os recursos públicos, o estudo, desenvolvimento de padrões e modelos, para a eficária e melhoria dos procedimentos de contabilidade pública [7]

Ferramentas pessoais
Espaços nominais

Variantes
Ações
Navegação
Temas
Perspectivas
Ferramentas